Entre Sonhos e Pijamas

A escolha do pijama faz parte de um “ritual” que contribui para uma boa noite de sono. Poucas coisas são tão gostosas quanto um banho relaxante seguido por um de seus pijamas lindos e confortáveis. Não importa se é camisola, baby-doll, shortdoll ou conjunto de moletom, o principal é que seja adequado para a estação e traga aquela sensação de aconchego para te acompanhar durante o seu sono.

O conforto é a principal qualidade de qualquer pijama e deve ser levado em conta na hora da compra ou quando for abrir a gaveta e escolher o que vai vestir. O tecido utilizado é outro detalhe que vai dizer bastante sobre a peça, a malha, por exemplo, é muito confortável e fresquinha, já os pijamas feitos de plush são agradáveis para a pele e uma ótima opção para épocas mais frias.

Na hora de dormir a combinação não é tão relevante, os pijamas que estampam as vitrines são lindos, não vamos negar, porém misturar as peças é mais do que permitido, vale até colocar shorts por baixo da camisola, porque não? O que realmente importa é que seja uma combinação agradável e que não te incomode.

A variedade de pijamas é enorme, com alças, com mangas, larguinhos, justos, curtos ou mais compridos, enfim, o segredo é ir experimentando até encontrar os modelos que combinem com o seu estilo. Os pijamas mais justos são ideais para as pessoas que não gostam da peça que fica enrolando, já os mais larguinhos permitem que o corpo se movimente melhor durante o sono. As alças mais finas das regatas também sofrem questionamentos e podem incomodar bastante, por outro lado as mangas atrapalham a transpiração.

Pijamas podem ser peças muito pessoais, o que é muito confortável para você pode não ser para outra pessoa. Presentear com pijamas requer um pouco de cuidado na hora da escolha, neste caso opte por modelos mais comuns e tecidos mais básicos.

Para quem vai passar a noite fora de casa e esqueceu de conferir a mala, esteja ciente de que usar pijamas emprestados pode não ser tão agradável, por isso só use as peças de outras pessoas se for a sua última opção.

O conforto de um pijama tão grande que muitos evitam trocar a peça logo depois de acordar, pois junto com ela fica aquela sensação gostosa de “preguiça” que para alguns conta como uma extensão de uma boa noite de sono.

Quem nunca ficou de pijama até a hora do almoço que atire a primeira pedra…. rsrsrs